Eternize as suas memórias.

Elementos da narrativa: quais são e como utilizá-los nos seus textos

Se você deseja criar boas histórias, precisa conhecer os elementos da narrativa e saber como aplicá-los no seu texto.

Um texto narrativo é aquele onde uma história é construída por meio de uma sequência de fatos que são estruturados com base nos elementos da narrativa.

Quem deseja escrever boas histórias, deve dominar o uso desses elementos, pois sem eles dificilmente conseguirá desenvolver um conteúdo compreensível e interessante para o leitor.

Mas, afinal, o que são esses elementos? A seguir, explicamos cada um deles. 

Narrador

O narrador é a voz da história. É pela perspectiva dele que o leitor será conduzido ao longo da narrativa, sendo, portanto, um dos elementos mais importantes em um texto. 

A narração de uma história pode ser feita sob diferentes perspectivas. Por conta disso, existem três tipos de narradores: o narrador-personagem, o observador e o onisciente.

O narrador-personagem é aquele que conta a história ao mesmo tempo em que faz parte dela. A sua vantagem é gerar o senso de proximidade no leitor. É sempre escrito em primeira pessoa, sendo comum que apareçam os termos “eu” ou “nós” ao longo da narrativa.

Já o narrador-observador não participa da história. O seu papel é apenas o de relatar aquilo que acontece, como se fosse apenas alguém de fora que observa os fatos. Por isso, esse tipo de texto é, geralmente, escrito em terceira pessoa.

Por fim, o narrador-onisciente é aquele que além de narrar a história na posição de observador, sabe de tudo o que acontece nela, podendo narrar pensamentos, sensações e sentimentos dos personagens. 

Narrativas escritas a partir de narradores oniscientes, geralmente, são mais ricas em detalhes.

Enredo

O enredo pode ser explicado como o tema da história, ou seja, o assunto sobre o qual ela se desenvolve. Esse elemento serve como um guia para a criação de ações e reações dos personagens ao longo da história, bem como para o desenvolvimento dos fatos.

Uma narrativa pode ser escrita de forma linear ou não linear. Além disso, o enredo pode ser tanto um fato, que dá origem a todos os acontecimentos da história, quanto um pensamento, que conduz os personagens ao longo da narrativa.

Personagens

Toda narrativa tem personagens. Os acontecimentos da história, na grande maioria das vezes, se dão em torno deles. Ou seja, eles são os atores do texto.

Os personagens são divididos em dois tipos: principais e secundários. O personagem principal, também chamado de protagonista, é o mais importante para a história, pelo menos na grande maioria dos casos. De modo geral, o narrador conta a história a partir dele.

Pode haver mais de um personagem principal na mesma história. Tudo depende do objetivo do autor. O que faz deles protagonistas é o fato de o enredo girar em torno deles.

Quanto aos personagens secundários, são aqueles que têm um papel importante na história, mas não têm a mesma ênfase dos principais. Eles também podem ser chamados de coadjuvantes. 

É muito comum que as histórias tenham, no mínimo, um coadjuvante além dos seus personagens principais.

Tempo

O tempo determina o período em que a história narrada se passou ou está se passando, podendo ser cronológico ou psicológico.

No tempo cronológico, a história segue uma ordem de acontecimentos. Geralmente, apresenta datas.

Já no psicológico, não existe uma linearidade de fatos, ou seja, é como se fosse um tempo interior, que se dá na mente dos personagens, podendo misturar passado, presente e futuro.

Espaço

O espaço se refere ao local onde a história se desenvolve. Ele pode ser físico ou psicológico.

Um local físico pode ser qualquer lugar que conhecemos, como cidades, casas, uma fazenda, um bairro, etc.  Eles podem ser classificados como abertos (ruas, cidades, etc.) ou fechados (casa, quarto, orfanato, hospital, etc.).

Já os espaços psicológicos podem ser ambientes interiores dos personagens. É como se a história se desse no fluxo de pensamentos ou sentimentos, não sendo possível determinar se aquilo é físico ou não.

Juntos, o tempo e o espaço representam o que chamamos de contexto de uma história. Sua utilização é muito importante para que seja possível compreender o texto.

Os elementos da narrativa são a base para construir qualquer história. A partir deles, o autor pode soltar a criatividade e criar infinitas possibilidades.

Se você gostou desse conteúdo, leia também nosso post com 7 técnicas para desenvolver a escrita criativa.E se você quer se tornar um autor publicado, mas não tem experiência com a escrita de livros, conheça nosso trabalho de ghostwriting.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp