Eternize as suas memórias.

Como planejar o enredo de um livro?

Você sabe como planejar o enredo de um livro? Neste artigo, nós explicamos sobre o processo de criação do enredo e damos dicas para você planejar o seu.

O enredo, também chamado de trama, intriga ou argumento, é o elemento narrativo responsável pela sequência de uma história. É em torno dele que todos os acontecimentos da narrativa se desenvolvem.

Um enredo bem planejado ajuda no desenvolvimento da história, garantindo que ela faça sentido do início ao fim. 

Além disso, quando você tem em mãos um enredo detalhado, consegue manter a constância na escrita e evitar os temidos bloqueios criativos.

Existem grandes autores da literatura, como Edgar Allan Poe, que defendem que saber como a história termina antes dela começar é indispensável para garantir um bom desenvolvimento da escrita.

Antes de partirmos para as dicas de como estruturar um enredo, vamos falar um pouco sobre os tipos existentes e suas características.

Tipos de enredo

Os enredos podem ser lineares ou não lineares. Veja a seguir quais são as diferenças entre eles.

Enredo linear

O enredo linear é aquele em que a sequência de fatos da narrativa segue uma sequência cronológica. Para isso, é organizado da seguinte forma:

  1. Apresentação: início da história, onde o leitor é apresentado aos personagens, local e espaço temporal em que ocorrerá a trama;
  2. Complicação: é quando se apresenta o conflito em torno do qual a história deverá se desenrolar. Toda história tem um conflito central que deve ser interessante  o suficiente para prender a atenção de quem lê;
  3. Clímax: é o momento mais intenso da história, que exige sempre uma solução para o conflito ou um desfecho. O clímax é o ponto alto da trama;
  4. Desfecho: encerra o enredo, apresentando a solução para o fim dos conflitos que se deram ao longo da trama.

Enredo não linear 

O enredo não linear, como o próprio nome já diz, não segue uma linearidade, ou seja, não tem sequência cronológica. Ele pode ser apresentado de diferentes formas. Um exemplo são as narrativas que vão revelando aos poucos o desfecho.

O livro “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, do escritor brasileiro Machado de Assis, é um bom exemplo desse tipo de enredo, já que a narrativa se inicia com a morte do protagonista. Somente depois de revelar o fim da trama é que o narrador começa a relatar a sua vida, da infância até a idade adulta.

Como planejar o enredo?

O planejamento do enredo funciona como uma espécie de mapa, ou seja, um guia que irá direcionar a narrativa. Ele determinará os caminhos que a história seguirá até o final.

Basicamente, esse planejamento deve seguir a ordem:

  1. Definição do tema;
  2. Definição do conflito que será desenvolvido na história;
  3. Escolha do tipo de enredo a ser utilizado;
  4. Escolha dos personagens, local e espaço temporal em que a história acontecerá;
  5. Desenvolvimento do texto.

Existem alguns métodos que foram criados com o objetivo de facilitar a criação de enredos. Um deles é o Cubing. A seguir, nós mostramos como planejar um enredo utilizando essa metodologia.

Como planejar um enredo com o método Cubing

O Cubing é uma técnica muito interessante para fazer o planejamento de um enredo. Nele, utiliza-se a imagem de um cubo para desenvolver a história.

Cada lado do cubo representará um elemento diferente, uma perspectiva sob a qual você escreverá o enredo. No final, você analisa tudo e define qual o melhor caminho a seguir.

Em geral, o método envolve seis perguntas que você deve responder. Essas perguntas podem variar conforme os seus objetivos. A seguir, mostramos um modelo interessante para você utilizar.

  1. Personagens – quem são os protagonistas da sua história?
  2. Cenário – qual é o local em que a trama acontecerá?
  3. Conflito – qual é o principal desafio vivenciado pelos personagens?
  4. Resolução – como o conflito será resolvido?
  5. Tema – qual é o tema central da história?
  6. Pontos favoritos – quais são os pontos que você mais gosta na história?

O cubo pode ser criado à mão ou utilizando um software. O site Cube Creator foi desenvolvido com a finalidade de auxiliar os escritores que desejam planejar seus enredos utilizando a técnica. 

O Cubing pode ser utilizado para a criação de enredos para livros de diferentes gêneros literários, biografias, autobiografias, etc.

Para saber mais sobre o planejamento de um livro, confira nosso post sobre os elementos da narrativa.

E se você quer se tornar um autor publicado, mas não tem experiência suficiente com a escrita, conheça nossos serviços de ghostwriting.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp