Eternize as suas memórias.

10 filmes inspiradores para quem escreve

Neste artigo listamos 10 filmes inspiradores para quem escreve. Confira e aproveite para se inspirar muito!

Os filmes são uma excelente fonte de inspiração, principalmente quando escritores estão vivenciando bloqueios criativos ou simplesmente precisando relaxar.

Assistir a um bom filme é uma experiência muito positiva para a criatividade, afinal nos permite mergulhar em novas histórias, perceber novas perspectivas e claro, se inspirar.

A seguir, trouxemos 10 dicas de filmes inspiradores para quem escreve. 

  • 1 – O nome da Rosa (1986)

O nome da Rosa é uma adaptação cinematográfica de Jean-Jacques Arnaud para a obra de mesmo título, escrita por Umberto Eco, que se tornou um best-seller. O livro é considerado como um dos romances mais importantes do século XX.

A história se passa em um mosteiro italiano, onde um monge franciscano investiga uma série de assassinatos. Isso acaba provocando uma guerra ideológica entre os franciscanos e os dominicanos, que ocorre enquanto o monge lentamente soluciona os misteriosos assassinatos.

  • 2 – O escritor fantasma (2010)

O filme é dirigido por Roman Polanski e se baseia no romance escrito por Robert Harris. Na história, um escritor de sucesso concorda em finalizar as memórias de Adam Long, o ex-primeiro-ministro britânico, pois o seu editor lhe garante que é a melhor oportunidade da sua vida. Porém, o escritor começa a descobrir evidências a respeito de um segredo sombrio.

  • 3 – Escritores da Liberdade (2007)

O filme se baseia em uma história real e conta a história de Erin Gruwell, uma professora norte-americana que chega à escola de um bairro pobre corrompida pela violência. Os alunos se mostram rebeldes e desinteressados, por isso ela decide utilizar métodos diferentes de ensino.

  • 4 – O carteiro e o poeta (1994)

O filme é dirigido por Michael Radford e consiste em uma adaptação do livro de Antonio Skármeta. 

O poeta é Pablo Neruda, que passa a viver em uma pequena ilha na Itália. Ele recebe tantas correspondências que contrata um carteiro. Aos poucos, o carteiro se torna um estudante do poeta e utiliza sua poesia para impressionar uma garçonete.

  • 5 – Adaptação (2002)

O filme é dirigido por Spike Jonze. O roteiro foi criado com base no livro de não ficção “O ladrão de Orquídeas”, de Susan Orlean. 

Na história, um roteirista está passando por uma crise existencial e tem a difícil tarefa de adaptar um livro para o cinema. Então, ele pede a ajuda de seu irmão gêmeo que trabalha na mesma profissão.

  • 6 – Memórias do cárcere (1984)

É considerado um clássico do cinema nacional. Foi roteirizado por Nelson Pereira Santos, a partir do livro homônimo de Graciliano Ramos, que é considerado um dos maiores clássicos da literatura brasileira. 

Na história, Ramos é preso injustamente e passa a conviver com ladrões e assassinos perigosos. Então, escreve sobre as condições de maus-tratos que os detentos recebem na prisão e consegue publicar seus escritos com a ajuda da esposa e de amigos.

  • 7 – Nunca te vi, sempre te amei (1987)

Dirigido por David Jones, o filme é baseado no livro de Helene Hanf “84 Charing Cross Road”. A história é autobiográfica e mostra, na forma de romance, a série de cartas trocadas entre a autora e um livreiro de Londres, especializado em obras raras, ao longo de cerca de 20 anos.

  • 8 – Meia-noite em Paris (2011)

Dirigido por Wood Allen, o filme é uma comédia romântica onde um roteirista bem-sucedido passa por uma grave crise. Em Paris, ele descobre uma maneira de voltar no tempo e acaba parando nos anos 20. 

Nas suas viagens ao passado, que ocorrem sempre após a meia-noite, ele encontra escritores e artistas da época como F. Scott Fitzgerald, Salvador Dalí e Pablo Picasso.

  • 9 – Sociedade dos Poetas Mortos (1990)

O filme é considerado um clássico. A história se passa em 1959, quando John Keating (Robin Williams), retorna para um internato tradicional para atuar como professor de inglês. Ele acaba se tornando uma figura polêmica e mal vista no local, pois acende em seus alunos a paixão pela poesia, pela arte e pela rebeldia contra convenções sociais. 

Os estudantes ressuscitam a chamada Sociedade dos Poetas Mortos, fundada pelo professor no seu tempo de colegial.

  • 10 – Histórias Cruzadas (2011)

O filme se passa no Mississipi, nos anos 60, quando Skeeter, uma garota da alta sociedade, retorna determinada a se tornar uma grande escritora. Ela começa a entrevistar mulheres negras que moram na cidade e que deixaram suas vidas para se dedicar a criação dos filhos da elite branca, da qual ela mesmo faz parte.

Confira também o post sobre 10 autobiografias que você deveria ler.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp