Eternize as suas memórias.

Como transformar a história da sua vida em livro

É provável que você já tenha ouvido a frase: sua vida daria um livro! E pode dar mesmo. Muitas pessoas têm histórias de vida incríveis, seja por sua trajetória de desenvolvimento profissional, pelas dificuldades que enfrentou ou até mesmo pelos fatos cômicos do seu dia a dia.

Aliás, com o olhar certo e uma escrita profissional, é possível dizer que praticamente qualquer história pode dar um bom livro.

Por sinal, o Fernando Moreira, autor do blog Page Not Found, até já conseguiu provar isso. Em 2015, ele escreveu o livro Baseado em fatos reais, que conta 14 histórias inspiradas nos fatos mais inusitados que já foram noticiados na imprensa, como o caso de um americano que recebeu um coração de um suicida em um transplante e acabou se casando com a esposa do doador e se matando da mesma forma que ele. Bizarro, mas real!

O fato é que você não precisa ter nenhum grande enredo hollywoodiano para ter sua autobiografia publicada ou mesmo um romance inspirado na sua história. Afinal, como já diz o ditado, há três formas de se deixar um legado ao mundo: plantar uma árvore, ter um filho ou escrever um livro.

Bom, pelo menos com o livro, a gente te ajuda! Então, anota aí as nossas 10 dicas para transformar os fatos da sua vida em uma história que valha a pena ser lida — e relida.

10 dicas para transformar a história da sua vida em livro

Antes, é importante dizer que você não precisa ser um escritor nato para conseguir transformar a sua história de vida em livro. De forma alguma! Por isso, papel e caneta na mão — acostume-se logo a isso — e vamos às dicas!

 1. Tenha um começo empolgante

Comece sua narrativa em um ponto que seja emocionante e que seja relevante para o ponto principal da história. Por favor, se o fato do seu nascimento não for algo tão simbólico quanto a chegada do Simba, em o Rei Leão, não precisa começar por ele. Foque em algo realmente relevante para o enredo.

2. Inspire-se para transformar a história da sua vida em livro

Use fotos, cartas, e-mails e música para se inspirar. Visite locais que reavivem a sua memória, mesmo que seja pelo Google Earth

3. Escreva com confiança

Não se preocupe em deixar sua caneta voar quando começar a escrever. Como você já conhece o enredo – e os personagens -, escrever seu livro pode ser muito mais rápido do que você imagina. 

Se você decidir mais tarde mudar de cenário, enredo ou personagens, tudo bem. Você não precisa se obrigar a detalhar verdadeiramente todos os fatos. Veja para onde o texto caminha por si só!

4. Reduza o prazo

Reduza o tempo da história, isso torna o enredo mais emocionante. Na vida real, os eventos geralmente ocorrem lentamente, e é apenas quando você olha para trás que vê a sequência de eventos e seu significado para o enredo.

5. Crie personagens fortes

Torne seus personagens complicados e interessantes. Não estou dizendo que sua vida seja cheia de pessoas chatas, mas para fazer uma história voar, ela precisa de personagens fortes.

6. Reduza seus personagens

Não inclua todas as pessoas reais no seu livro. Muitos caracteres confundem o leitor. Eles tornam a história desnecessariamente complicada e chata. 

7. Use Diálogos Dinâmicos

Não use diálogo real. Isso não é uma transcrição de uma entrevista. Se você já ouviu pessoas no ônibus, verá que elas tendem a demorar muito para dizer o que querem. Pessoas reais usam muitos comentários desnecessários, como ‘hmm’, ‘O que quero dizer é’, ‘Sério’. Corte, corte e corte!

8. Considere o uso de narrativa de terceira pessoa

Se você não estiver escrevendo uma autobiografia, mas sim um romance, pense em usar uma narrativa de terceira pessoa. Quando você usa sua própria vida como um enredo, o romance vai parecer muito pessoal e muito parecido com uma autobiografia.

9. Edite, edite, edite

É aqui que a sua história da sua vida se tornará um livro. Como um ourives, é preciso saber exatamente o que e onde lapidar para extrair o que é realmente mais significativo! O contrário também pode acontecer e você perceber que se esqueceu de algo importante ou que alguma passagem não ficou tão clara!

10. Contrate um ghostwriter

Como já mencionamos, você não precisa ser um bom escritor para transformar a história da sua vida em livro, mas pode contar com a ajuda de um!

Hoje, já é possível contratar escritores profissionais conhecidos como ghostwriters (escritor-fantasma) para escrever sua autobiografia, sua biografia (tem diferenças, viu?) ou seu romance.

Os ghostwriters na realidade são escritores anônimos, mas vão além disso. É que durante o processo de produção do livro, eles conseguem encaminhar suas lembranças e direcionar o enredo por meio das entrevistas que realizam.

Os livros levam, em média, de 3 a 4 meses para serem concluídos. Mas os direitos de autoria são passados do ghostwriter para quem encomendou o projeto. Ou seja, não é o ghostwriter quem vai aparecer como autor do livro, mas você que comprou os direitos dele!

Então, se você ainda não tem segurança para escrever um livro, contratar um ghostwriter pode ser o melhor caminho para as cabeceiras dos leitores.

Quer saber mais sobre o trabalho de um ghostwriter? Entre em contato conosco e entenda todo o processo de escrita do seu livro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp